«

»

Jan 09

Cuanza-Norte conserva um dos maiores acervos histórico e arqueológico do país

A província do Cuanza-Norte detém um acervo histórico e arqueológico com mais de 300 anos, muitos deles situados ao longo do corredor do Kwanza, no município de Cambambe, e em outras localidades desta região.
A província preserva, igualmente, os autênticos cemitérios ancestrais, a exemplo do de Cahenda, localizado no município de Samba-Caju.
O cemitério de Cahenda no Samba Caju, destacou, data desde os séculos XVII e XVIII, e a antiga capitania, local onde trabalhavam as forças da administração colonial, que controlavam e reprimiam todo o negro que tentasse discutir os seus direitos e terras. Na região de Dala Capanga, comuna de Samba Lucala, exaltou o local onde em 1959, a população negra escreveu uma carta anónima para as autoridades coloniais em Portugal, a reivindicar a usurpação das suas terras.

Fonte: Jornal de Angola