«

»

Mai 22

Filme sobre Murais da Leba em festival

O documentário “As Cores da Serpente”, gravado em Angola e lançado no circuito comercial de cinema no Brasil, em Março do ano passado, foi seleccionado para concorrer ao Grande Prémio do Cinema Brasileiro 2020, que é realizado, este ano, na cidade de São Paulo.
Realizado pelo jornalista e cineasta brasileiro Juca Badaró, o filme narra a trajectória de um grupo de artistas angolanos que realizou uma grande intervenção de grafite a céu aberto na Serra da Leba, estrada nacional que liga as províncias do Namibe e Huila.
“As Cores da Serpente” que contou com edital de distribuição da Agência Nacional de Cinema (ANCINE) do Brasil, tornou-se o primeiro documentário realizado em África a entrar no circuito comercial de cinema daquele país sul-americano.

Fonte: Jornal de Angola