Out 22

Jovens criam biblioteca na rua para promover leitura

https://youtu.be/iT4OPcKWJJo

Fonte: “IOPPADRONIZADA

Out 21

Livro “Mulher Infinita” de Tetembwa leva troféu

Com a obra “Mulher Infinita”, Lourenço Catari Mussango “Tetembwa” venceu a edição 2020 do Prémio Literário António Jacinto, uma promoção do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente (MCTA).
De acordo com o júri presidido por Joaquim Marinho, a obra vencedora apresenta um texto cujo pendor imaginativo e processo criativo recria, com subtileza, temas e cenários do quotidiano aprendidos pelo autor implícito, com laivos intertextuais e tendo a mulher como o cerne da narrativa.

Fonte: Jornal de Angola

Out 20

Macau organiza Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa

Macau vai organizar a Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa de forma ‘online’ e ‘offline’ para alargar o público e permitir que todos possam “experimentar as culturas sinolusófonas diversificadas”.

Com cerca de 40 apresentações culturais de 11 países e regiões, entre as quais Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, Goa, Damão e Diu, e Macau e China interior, o programa online terá início no dia 22 de outubro, informou o Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Fórum de Macau), organizador do evento.

Fonte: UCCLA

Out 19

EcoAngola denuncia desmatação no Huambo e Benguela

Out 16

Rasto de Sangue: Filme angolano estreia na Amazon Prime Video

O filme angolano “Rasto de Sangue”, do realizador Ma-wete Paciência, estará agora disponível em todo o mundo em streaming na Amazon Prime Video, grátis para os subscritores da Amazon Prime Video, nos Estados Unido e Reino Unido.

“Rastos de Sangue”, primeiro filme angolano a estrear, brevemente, na Amazon Prime Video, é uma mistura de acção e drama cujos protagonistas são crianças sobreviventes das traumas de guerra civil. “Nkenda” é um menino de 12 anos, cuja trajectória é de fundamental importância para compreender os primórdios do contexto da sua atitude violenta.

O filme, com um acentuado humor, é uma adaptação de histórias vividas por várias pessoas durante o conflito armado em Angola.

A longa-metragem tem a sua narrativa assente no drama de um grupo de crianças africanas vítimas de tráfico de seres humanos, abusos sexuais, guerras e a busca constante de uma saída da difícil situação em que se encontram.

Concluído em São Paulo, Brasil, onde Mawete Paciência realizou o processo de mistura e finalização, o filme é o retrato de situações do pós-guerra, o tráfico de pessoas e as violações dos Direitos da Criança.

“Rastos de Sangue” é um filme que tem a ver com os traumas da guerra e com as situações que esta criou em muitas famílias e no comportamento dos angolanos.

Perfil do realizador

Mawete Paciência Kiama, ou simplesmente Mawete Paciência, nasceu em 1981, no Cazen-ga, em Luanda e entrou para o mundo das artes com nove anos, através da música gospel. Mawete Paciência, produtor e realizador há mais de dez anos, pertence aos quadros da área de ficção da Televisão Pública de Angola.
Mawete Paciência abraçou o mundo do cinema em 2005. Tem, actualmente no mercado, vários filmes, entre os quais: “Negligência Médica”, “Mistério de Anguita”, “O Resgate”, “Cicatrizes”, “Rastos de Sangue” e 20 videoclipes, além de participações em produção executiva como na parceria Argentina e Angola em “Los dioses de água”.

Fonte: Jornal de Angola

Out 15

Tai Shani – The Neon Hieroglyph

Turner Prize-winning British artist Tai Shani creates large-scale immersive installations, combining experimental texts, performance, film, photography and sculpture, that use the structure of an allegorical city of women to explore ‘feminine’ subjectivity. She takes inspiration from disparate histories mined from forgotten sources and transforms them into rich and complex monologues. Shani will discuss the creation of her dark, fantastical worlds, brimming with utopian potential, recalling equally disturbing and divine images in the mind. This studio visit will unpack themes relating to the privileging of sensation, experience and interiority.

The “Virtual Artist Studio Visits” series explores the practice of four contemporary artists, using the studio visit as a starting point, and is loosely based around the concept of performing identity: how we frame and are framed by our identity. The series is organised in collaboration with StudioVisit.

Tai Shani (b. 1976, UK) lives and works in London. She has exhibited widely in the UK and internationally including Tate Britain; Turner Contemporary, Margate; Hayward Gallery, London; Nottingham Contemporary, Nottingham; Glasgow International, Glasgow; De La Warr Pavilion, UK; Arnolfini, Bristol; Fondazione Sandretto Re Rebaudengo, Turin; The Tetley, Leeds.

Register to attend

Image: Commissioned by Glasgow International, 2018 and The Tetley. Image Keith Hunter Photography.

Source: AA School of Architecture

Out 14

The Ghost Nebula

The brightest stars embedded in nebulae throughout our galaxy pour out a torrent of radiation that eats into vast clouds of hydrogen gas – the raw material for building new stars. This etching process sculpts a fantasy landscape where human imagination can see all kinds of shapes and figures. This nebula in the constellation of Cassiopeia has flowing veils of gas and dust that have earned it the nickname “Ghost Nebula.”

Officially known as IC 63, this nebula is located 550 light-years away in the constellation Cassiopeia the Queen.

Image Credit: NASA, ESA, and STScI/Acknowledgment: H. Arab (University of Strasbourg)

Source: NASA

Out 13

Livro Macau – 20 Anos de Progresso e Desenvolvimento

Uma homenagem, do Instituto Internacional de Macau, aos 20 anos de funcionamento da Região Administrativa Especial de Macau está espelhada no livro “Macau – 20 Anos de Progresso e Desenvolvimento”.

O livro está dividido em várias áreas, a saber: Macau, Chefes do Executivo, Património Mundial, Gastronomia, Património Cultural Intangível, Festivais Culturais, Artes e Cultura, Indústrias Criativas, Turismo, Complexos Hoteleiros, Entretenimento, Arquitetura, Infra-estruturas, Habitação Social, Ambiente, Educação, Ciência, Desporto, Área da Grande Baía e Países de Língua Portuguesa.

Leia aqui o prefácio do livro e da exposição que assinala os 20 anos da Região Administrativa Especial de Macau

Fonte: UCCLA

Out 12

Exposição “Urbanismos de Influência Portuguesa” na UCCLA

Compreender as nossas cidades e os modelos que influenciaram o seu desenvolvimento são os ingredientes da exposição “Urbanismos de Influência Portuguesa”, que a UCCLA – em parceria com a Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa – irá inaugurar no dia 22 de outubro, às 18 horas, nas suas instalações.
Trata-se de uma mostra de alguns dos Planos de Urbanização que foram elaborados entre 1934 (data do 1.º Decreto‑Lei português a definir as regras destes planos) e 1974 (data a partir da qual ocorreu a independência das colónias), para as cidades de África e da Ásia que, nesse período, se encontravam sob administração colonial Portuguesa – planos esses que foram recolhidos e estudados no âmbito dum projeto de investigação da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa.

Fonte: UCCLA

Artigos mais antigos «