Out 25

Luanda acolhe prova de Vinhos Sul-africanos


A Wosa(Wines Of South Africa), em parceria com o Departamento de Agricultura do Cabo Ocidental e a (Wesgro) agência sul-africana de promoção e apoio ao investimento do turismo do cabo Ocidental, promove em Luanda, no dia 01 de Novembro de 2018.

Fonte: Portal de Angola

Out 24

Prolongamento da exposição “Frente.Verso.Inverso – Arte Contemporânea dos Países de Língua Portuguesa nas Coleções em Portugal”


UCCLA irá prolongar a exposição “Frente.Verso.Inverso – Arte Contemporânea dos Países de Língua Portuguesa nas Coleções em Portugal” até ao dia 11 de Dezembro.

Com curadoria de Adelaide Ginga (MNAC – Museu Nacional de Arte Contemporânea), a mostra reúne 60 obras pertencentes a 54 artistas plásticos contemporâneos dos países da nossa língua comum (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor) em coleções existentes em Portugal.

Fonte: UCCLA

Out 23

UCCLA irá participar na Conferência “MACAU – Plataforma de Negócios entre a China e os Países de Língua Portuguesa”


Vai decorrer no dia 15 de novembro, a partir das 10 horas, na Fundação Oriente, a Conferência subordinada ao tema “MACAU – Plataforma de Negócios entre a China e os Países de Língua Portuguesa”

Fonte: UCCLA

Out 22

Apresentação do livro “A sereia Mánina e seus sapatos vermelhos” de Celina Pereira


Lançamento do livro: 8 de Novembro pelas 18h30 na UCCLA.

 

Biografia de Celina Pereira:
 Cantora, Educadora, Contadora de Estórias, Escritora.
O seu primeiro single foi editado em 1979. Em 1986 é editado o seu primeiro disco, “Força di Cretcheu” (Força do Amor), com arranjos e direção musical de Paulino Vieira, que inclui estórias e cantigas de roda, de brincadeira, de casamento e de trabalho.
Em 1990 lançou o LP “Estória, Estória… No Arquipélago das Maravilhas” que contou com a colaboração de Paulino Vieira. Iniciou um trabalho de contadora de estórias em 1991, nos Estados Unidos, nas escolas públicas de Boston.
Edita pela editora francesa Melódie, em 1993, o álbum “Nós Tradição”. Participa na compilação “Pensa nisto!…”.
No disco “Harpejos e Gorjeios”, editado em 1998, canta em crioulo e português. Contou com a direção musical de Zé Afonso. Interpreta a morna “Bejo de Sodade”, da autoria de B. Leza, com o fadista Carlos Zel.
Colabora com Martinho da Vila no tema “Nutridinha (nutridinha do sal)” do disco “Lusofonia” de 2000.
“Estória, Estória…” foi reeditado em CD e em formato audiolivro (livro/cassete) pela ONG italiana, CIES (Centro de Informação e Educação para o Desenvolvimento), tendo vários prémios nacionais e internacionais.
“Estória, Estória… do Tambor a Blimundo” é um áudio-livro que pretende recuperar o património expressivo das histórias e jogos de roda tradicionais africanos. As ilustrações são da autoria da italiana Cláudia Melotti e os textos são da autoria de Celina Pereira bem como a adaptação de dois contos africanos. A 2.ª edição desta obra multilingue apresenta-se em português, crioulo, inglês e francês.
Foi condecorada, em 2003, com a Medalha de Mérito – grau comendadora – pelo presidente português, Jorge Sampaio, pelo seu trabalho na área da educação e da cultura cabo-verdiana.
Além dos muitos prémios anteriores foi galardoada em 2014 com o PRÉMIO CARREIRA CVMA/ Cabo Verde Music Awards, em 2015 com o PRÉMIO DE MÉRITO da Multilanguage Schools Foundation, do Funchal, em 2017 com o Prémio Lusofonia em 2017, Oscar Mulher Empreendedora na categoria Música em 2018.
Fonte: UCCLA

Out 19

Lançamento do livro “O Que Falta” de Adolfo Maria na UCCLA


Lançamento do livro: 7 de Novembro, pelas 18h30 na UCCLA

 

Biografia de Adolfo Maria:  
 Adolfo Maria, nascido em Luanda, entregou-se desde a sua juventude à luta nacionalista para a independência do seu país. Participou no combate cultural (Sociedade Cultural de Angola, jornal Cultura e Cine Clube de Luanda), nos anos 1950; no combate político (no PCA e no MLNA), o que lhe valeu a prisão pela polícia política portuguesa, a PIDE, em 1959; e no combate armado (nas fileiras do MPLA) nos anos 60 e 70 do passado século.
Dentro da luta nacionalista, participou no combate pela democracia no seio do MPLA, em 1974, como membro da tendência Revolta Activa, o que originou um mandado de captura contra vários elementos dessa tendência, em Abril de 1976, cinco meses após a independência de Angola. Adolfo Maria escapou à rusga da polícia do regime, a DISA, e manteve-se escondido durante quase três anos, cessando a sua clandestinidade após o anúncio de amnistia pelo presidente da república; esteve ainda preso pela polícia política e, depois, foi expulso do país em 1979. Esse período que o autor viveu é descrito no seu livro ANGOLA, SONHO E PESADELO e a dramática vivência dessa clandestinidade é-nos transmitida na sua obra ANGOLA NO TEMPO DA DITADURA DEMOCRÁTICA REVOLUCIONÁRIA – POÉTICA DO AUTO-CÁRCERE.
No exílio, Adolfo Maria tem participado em colóquios, conferências, entrevistas e colaborado em publicações angolanas; é membro do painel do programa “Debate Africano” da RDP África. Além dos livros acima citados, publicou ANGOLA – CONTRIBUTOS À REFLEXÃO e os romances NAQUELE DIA NAQUELE CAZENGA e NA TERRA DOS TTR.
Fonte: UCCLA

Out 18

Colectiva “Mu Seke” patente no Memorial Agostinho Net


Desconstruir conceitos e reconstruir matéria é a mensagem transmitida na exposição colectiva “Mu Seke”, pelos artistas plásticos Mumpasi Meso e Ricardo Kapuka no Memorial Dr. António Agostinho Neto, em Luanda.

A mostra fica patente até ao dia 28 de Novembro, sob técnicas mistas, e inclui instalação, madeira, metal e tintas acrílicas sobre tela, num total de 24 obras.

Fonte: Portal de Angola

Out 16

Gilberto Leon . Eduardo Correia


“Gilberto Leon, Irmão Médico Cardiologista “Feiticeiro” salvador da vida do Man Zeca (TR) sentado na humilde cadeira do poder do “Mais Velho”e Man Edy Capitao Europa Comandante Eduardo Correia de todos os Mares Ar e Terra ambos membros do Conselho Científico da Fundação Troufa Real-Ukuma num fraternal almoço no Restaurante Embaixador da Amiga Fernanda.”,  Troufa Real Prof Arquitecto

Foto Anabela Chitas TR 30/08/2018

Out 15

UCCLA vai acolher aniversário da Liáfrica 27.10.2018


A UCCLA vai ser palco, no dia 27 de Outubro, das comemorações dos 25 anos de atividade da Liáfrica – Liga dos Africanos e Amigos de África.

Fonte: UCCLA

Out 12

“Team de sonho” realiza espectáculos em Maputo 26/27.10.2018

Fonte: Portal de Angola

Artigos mais antigos «

» Artigos mais recentes